Phing

Exibindo a ajuda por padrão

Enviado por Yukare em quinta-feira, 3 de Agosto de 2017 - 20:37

O padrão no Phing, isso é, quando você digita apenas o comando Phing sem nenhum argumento é executar a tarefa que esta definida como padrão. No entanto nem sempre você sabe quais as tarefas que estão disponíveis ou simplesmente não se lembra do nome exato da tarefa que precisa. O Phing possui um comando para isso, que é utiliza-lo com o argumento -l (phing -l), entretanto não acho esta a melhor maneira.

Eu considero melhor fazer como vários outros programas e exibir uma ajuda nesse caso. Seria possível criar uma tarefa com vários comandos echo, mas assim cada vez que você precisar adicionar ou remover uma tarefa, vai precisar modificar a ajuda. O que eu uso é simplesmente mostrar a ajuda padrão do phing quando o usuário utiliza o comando phing sem argumentos, desta maneira não precisamos nos preocupar em atualizar a ajuda.

Crie um arquivo chamado build.xml e insira o seguinte conteúdo:

Argumentos da Linha de Comando

Enviado por Yukare em quinta-feira, 3 de Agosto de 2017 - 20:33

Gosto muito de usar o Phing, mas uma coisa que não entendo é porque ele não possui como passar argumentos pela linha de comando, isto é, você pode passar várias opções do próprio Phing, mas se quiser passar uma opção para a sua tarefa não pode.

Alias, não poder é um pouco incorreto, é possível definir variáveis na linha de comando usando -D, por exemplo: phing minhatarefa -Dvariavel=valor mas para isso você precisa conhecer qual variável quer mudar.

Phing

Enviado por Yukare em quinta-feira, 3 de Agosto de 2017 - 20:32

O Phing( PHing Is Not GNU make ) é uma ferramenta de build que foi baseada no ant (uma ferramenta de build bastante conhecida para java). São utilizados arquivos xml com as configurações das tarefas.

Pode parecer exagero ir criando tarefas, mas conformo você for utilizando verá que ajuda bastante, principalmente quando você tem que fazer a mesma coisa repetidas vezes, então você irá acabando por criar scripts em php ou bash para estas tarefas. Acredito que criar estes mesmos scripts usando o Phing seja mais pratico.

O próprio Phing possui muitas tarefas que você pode executar facilmente, e também você pode criar as suas próprias, por exemplo, eu uso uma tarefa que facilita o uso do Drush.

Mais adiante vou colocar exemplos de algumas tarefas que eu utilizo aqui no site, alguns exemplos práticos e reais vão ajudar a entender melhor as vantagens dele.

Ambiente de Desenvolvimento

Enviado por Yukare em quarta-feira, 2 de Agosto de 2017 - 16:58

O objetivo deste artigo é criar um ambiente para desenvolver com o Drupal 8. Mais de uma vez eu precisei instalar todos esses programas quando reinstalei o Windows ou Linux, e precisei procurar essas informações em vários lugares diferentes, então tanto quanto um guia para ajudar a mim mesmo futuramente quanto para ajudar outras pessoas, resolvi escrever agora que estou no exato processo de instalar tudo isso novamente.

Estou fazendo isso no Ubuntu 14.04, se você estiver fazendo isso no Windows ou em outra distribuição Linux, algumas coisas serão diferentes, principalmente caminhos e comandos para instalar os programas, mas no geral deve servir como alguma ajuda.

Algo que gostaria de deixar claro que isto é para desenvolvimento com o drupal, não para um ambiente que será usado em produção, que estará publico. Se você for deixar esta instalação publica medidas adicionais de segurança deverão ser tomadas.

Instalando o servidor LAMP

Primeiro, para quem não souber, servidor LAMP se refere a Linux + Apache + MySql + PHP.

Para instalar todos esses servidores no Linux precisamos de apenas um comando: